segunda-feira, 23 de setembro de 2013

GREVE DOS PROFESSORES DE COLOMBO E AS PERGUNTAS QUE FICARAM NO AR ...

Diante das reivindicações dos professores, a prefeita Beti Pavin apresentou na tarde de sexta-feira, 20, as propostas aos representantes da categoria da rede de educação do município. Na reunião, Beti afirmou que tem todo interesse em valorizar a classe, mas que precisa de um tempo para estabelecer o cronograma de avanços, em função de estar nos primeiros meses da gestão.
Na pauta do encontro, a prefeita anunciou que necessita de um prazo, até o final do ano para apresentar um caminho concreto e possível para a classe e que com certeza virá com boas novidades. Por exemplo, o reajuste de 20% para os educadores infantis e 12% para os professores já em 2014.
Beti também destacou que o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Servidores Públicos está sendo revisto, após o fechamento do quadrimestre, atendendo a Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF, será feita ainda a revisão do estatuto dos professores e que esta à disposição dos profissionais da educação para conversar a qualquer hora. 

Porém mesmo a prefeitura atendendo a todas as solicitações dos professores e educadores do município, a APMC Sindicato (Associação dos Trabalhadores em Educação), que representa a categoria, mostrou-se irredutível e mesmo antes da assembleia marcada para o dia 20, às 17h30, para avaliar as propostas do executivo, já havia deflagrado a greve em Colombo ?? distribuindo panfletos em frente as escolas e Centros Municipais de Educação Infantil – CMEI’s ??
Nesta segunda, 23, a APMC Sindicato, liderada pelo seu presidente, Claudinei Duarte de Lima, ELE não e deveria estar em sala de aula no período da manhã na cidade de Curitiba ?? promoveu a paralisação das atividades deixando alunos da rede municipal de Colombo, sem aulas, prejudicando o ano letivo e os pais que precisam trabalhar e não tem com quem deixar os seus filhos.

"A prefeitura informou que lamenta a greve deflagrada e reafirma que não mediu esforços para atender dentro do possível as reivindicações dos professores e educadores do município".

Reivindicações da categoria e resposta:
1 - Aumento da hora atividade: a prefeitura passou de 20 para 25% a hora atividade a partir do último dia 15 de agosto;
2 – Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Servidores Públicos: a prefeitura começou a rever o plano de todos os colaboradores da instituição, não somente de uma categoria;
3 – Reajustes: que está previsto para 2014 o reajuste de 20% para os educadores infantis e 12% para os professores;
4 – Audiência com a prefeita: que a prefeita Beti Pavin está aberta e livre para atender a categoria a qualquer horário e data.

Perguntas que ficam no ar:
1 - Porque a APMC Sindicato deflagrou a greve sendo que a prefeitura atendeu todas as reivindicações?
2 - Porque o senhor presidente da APMC, Claudinei Duarte de Lima não estava em sala de aula nesta manhã em Curitiba, local em que os pais de alunos reivindicam mais professores para os seus filhos?
3 - Qual a real motivação desta greve?