quinta-feira, 31 de julho de 2014

NÚMERO DE CANDIDATOS PASTORES E PADRES CRESCEM 40 % EM 2014

As eleições deste ano contarão com 270 candidatos que se declararam pastores, um crescimento de 40% com relação ao pleito de 2010, quando 193 pessoas disseram ocupar o cargo. Além disso, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) registrou a candidatura de 32 bispos (25% a menos do que em 2010) e 16 padres (30% a menos).
O PSC lidera a indicação de sacerdotes: são 37 clérigos evangélicos, um deles é o pastor Everaldo(PSC), que disputa a presidência da República pelo partido. 

Nas últimas pesquisas Datafolha e Ibope, ele estava em quarto lugar com 3% das intenções de voto. Os partidos de esquerda lideram as indicações de párocos católicos: o PT conta com cinco padres, e o PC do B, com três. Nenhum candidato adotou o termo rabino ou imã.
A população evangélica do país cresceu 61,5% em dez anos e atingiu a marca de 42,3 milhões de fiéis, cerca de 22,2% da população brasileira, segundo dados do Censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgado em 2012. Em Colombo, o  pastor Joel Cordeiro, da igreja Assembléia de Deus  é candidato a deputado estadual.

EM COLOMBO BETO RICHA INICIA SUA CAMPANHA DE REELEIÇÃO

Foto: BIC
Na noite de ontem quarta-feira (30/07) o governador Beto Richa(PSDB) apoiado pela prefeita Beti Pavin(PSDB) e por lideranças da cidade de Colombo, reuniu mais de 500 pessoas entre correligionárias, apoiadores e simpatizantes para dar o pontapé inicial a sua campanha de reeleição ao governo do Estado.

O governador chegou acompanhado pela sua vice, Cida Borguetti e pela prefeita Beti Pavin. Em seu discurso o governador citou as principais ações realizadas em sua gestão e prol do povo paranaense, onde obteve resultados significativos a população do Paraná, principalmente em regiões que antes eram esquecidas, " dediquei-me  no primeiro mandato a levar melhorias e qualidade de vida e desenvolvimento ao  povo paranaense", disse o governador.

O governador explanou também que dará continuidade no seu próximo mandato ao trabalho que vem realizando nas áreas da educação, saúde, segurança, habitação e agricultura. Em Colombo, destacou a retomada das obras que estavam paradas do governo anterior, como a Rodovia da Uva e  a Estrada da Pedreira, liberando recursos para obras de saneamento básico e pavimentação. Destacou ainda a instalação de uma Unidade do Paraná Seguro e o Batalhão da Policia Militar, como também  obras essenciais como saneamento básico através da Sanepar. 

O encontro contou com a presença do candidato a deputado estadual, Waldirlei Bueno e dos candidatos a deputado federal, Luciano Ducci, Thiago de Jesus, Ratinho de Colombo e Pelé. O senador Álvaro Dias(PSDB) e os vereadores, Nivaldo JNP, Luiz do LD, Renato da Farmácia, Sérgio Pinheiro, Dolíria Strapason, Sidnei Campos e Gil Gera, estiveram presentes dando apoio a reeleição de Beto Richa.

Em breve mais informações..

quarta-feira, 30 de julho de 2014

LUCIANO DUCCI E A CLINICA DO IDOSO EM COLOMBO.

A cidade de Colombo abriga quase 300 mil habitantes e possui  em média 160 mil eleitores. Sabendo do nosso potencial, receberemos até o dia 5 de outubro, muitos candidatos com a intenção de conquistar o nosso voto. 
Portanto, temos que ficar atentos pois muitos já provaram que são   " paraquedistas". 

Lembrando que primeiro temos que pensar em valorizar os nossos candidatos, principalmente aqueles que possuem chances de serem eleitos.  Como sempre disse, "Se os colombenses se unirem, temos a chance de eleger 2 deputados estaduais que morem em Colombo e ainda votar em candidatos que tenham compromisso com a nossa cidade".

Durante essa campanha, iremos ouvir as propostas de alguns candidatos, saber qual a sua intenção e se realmente estão preparados para serem nossos representantes na Assembléia Legislativa do Paraná e na Câmara Federal.
Em uma entrevista concedida ao nosso quadro " BATE PAPO DO BLOG", Luciano Ducci, hoje candidato a deputado federal, demonstrou ser um candidato que vale a apena depositar nossa confiança, principalmente para trazer recursos para a área da saúde.

Peço aos leitores que ouçam a minha entrevista com o Dr. Luciano Ducci e avalie o candidato. No meu caso, já decidi que o meu voto é dele, principalmente porque espero ter em Colombo uma clinica somente para atender os nossos idosos, e nessa entrevista com o Luciano Ducci, ele se comprometeu em trazer recursos para que possamos junto com a prefeitura e o Governo do estado, instalar a primeira clinica do idoso em Colombo. Acompanhe a entrevista.

MISTÉRIO !!! UMA TERCEIRA CRATERA É LOCALIZADA NA SIBÉRIA

Reprodução/Siberian Times


A nova cratera de Yamal foi avistada no distrito de Taz, próximo à vila de Antipayuta, e tem cerca de 15 metros de diâmetro 


Uma terceira cratera foi descoberta na Sibéria, segundo jornais russos. Embora seja bem menor do que a primeira divulgada em julho, com seus 70 metros de profundidade e 30 metros de diâmetro, a cratera tem formato cônico e abertura de quatro metros de diâmetro, com profundidade estimada entre 60 e 100 metros. A formação está localizada na Península de Taymyr, no distrito de Taz, próximo à vila de Antipayuta, uma das regiões mais remotas da Rússia.


A cratera foi descoberta acidentalmente por pastores de renas que quase caíram no buraco. Uma segunda cratera já havia sido encontrada na região de Yamal, com 15 metros de diâmetro.


De acordo com Mikhail Lapsui, membro do parlamento regional –ou Duma— a cratera parece ser resultado de uma explosão subterrânea. "Eu voei de helicóptero para inspecionar essa cratera", disse ele. "Tem terra do lado de fora nas bordas, como se tivesse sido jogada para fora após uma explosão".


Ele afirmou que, conforme relatos de pastores que moram na área, o buraco teria se formado por volta de 27 de setembro de 2013.


"Observadores dão várias versões sobre a cratera", afirmou ao jornal "Siberian Times". "De acordo com um deles, no começo havia fumaça saindo do buraco, depois havia uma luz forte. Na segunda versão, teria sido o local da queda de um meteoro."


Ainda que menores, as duas crateras são semelhantes em formato à chamada megacratera –e representam um desafio para os cientistas russos.


O primeiro buraco recebeu atenção mundial ao ser avistado por pilotos de helicóptero a 32 km de uma usina de gás em Bovanenkov. Localizada na província de Yamal, que na língua local significa "fim do mundo", a cratera já ficou conhecida como o "buraco do fim do mundo".
Cratera gigante surge na Sibéria e intriga cientistas13 fotos

Uma cratera de 70 metros de profundidade encontrada na província de Yamal, na Sibéria, tem intrigado cientistas que acreditam que ela tenha se formado pela explosão de gás, água e sal após gerada pelos fortes verões que a Sibéria passa nos últimos anos. As informações são do jornal Siberian Times, com link em inglês no Leia maisSiberian Times

"As teorias [do surgimento da cratera] vão de meteoritos, mísseis até um coquetel explosivo de gás metano que teria levado a uma explosão", reportou o jornal Siberian Times.
Anna Kurchatova, do Centro de Pesquisa Científica do Sub-Ártico, acha que a cratera foi formada por uma mistura de água, sal e gás, capaz de causar uma explosão subterrânea, provavelmente ocasionada pelo aquecimento global.

Amostras do solo e de gelo encontradas na cratera foram levadas para laboratórios. Segundo os pesquisadores, a cratera surgiu há relativamente pouco tempo, talvez um ou dois anos.
A cientista chefe do Instituto Criosfera da Terra, Marina Leibman, disse ao site URA.RU: "Já me falaram dessa segunda cratera em Yamal, e vi algumas fotos."
"Sem dúvida, precisamos estudar todas as formações, até para prever a sua ocorrência. Cada nova cratera oferece informação adicional para os cientistas", disse. (Uol) 


Requião é campeão de ações na Justiça - RAPIDINHAS DO BLOG

Requião é campeão de ações na Justiça 

O senador Roberto Requião (PMDB) responde a centenas de processos nas esferas estadual e federal do Judiciário. No STF, o nome de Requião aparece em 71 procedimentos (ações em que é autor ou réu e recursos) e no STJ, em 85. Alguns já transitaram em julgado e, segundo as certidões dos dois tribunais, não há condenações irrecorríveis. Na Justiça Estadual, também há dezenas de procedimentos em que Requião é parte. As informações são da Folha de Londrina.
Na Justiça Federal, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região informou que o peemedebista responde a duas ações populares e a uma ação civil pública. Esta última foi protocolada em 2007 pelo Ministério Público Federal acusando Requião de uso político da TV Educativa quando cumpria seu terceiro mandato como governador (2007-2010). Requião foi condenado em primeira instância a ressarcir danos pela produção dos programas que serviriam "para sua promoção pessoal e agressão aos seus desafetos", conforme descreveu o MPF.
Parte das ações é de desafetos de Requião, que sentiram-se ofendidos por declarações do político: pedem indenização por danos morais e condenação por crimes contra a honra (injúria, calúnia ou difamação). Hoje, por dispor de foro privilegiado no STF, em razão do cargo de senador, as ações penais estão praticamente paradas – é necessária autorização do Senado para processá-lo. Quando era governador, o foro para responder a demandas criminais era o STJ, com autorização da Assembleia Legislativa. 

"Marcelo Almeida tem que pedir perdão ao Paraná"

O secretário-geral do PMDB de Curitiba, Doático Santos, da ala dos dissidentes do PMDB, disse hoje que o empresário Marcelo Almeida, candidato ao Senado, "precisa, primeiro, pedir perdão ao Paraná pelo roubo praticado diariamente nos pedágios no Paraná para depois falar em democracia". As informações são do portal Paraná Oeste.

"Ele precisa devolver aos paranaenses o dinheiro do pedágio que já passa de bilhões. É um absurdo o PMDB tem um candidato dono de duas concessionárias que mais lucram com o pedágio no Paraná", disse Doático.

Doático Santos disse ainda que Marcelo Almeida - que criticou os dissidentes do PMDB por não respeitar a democracia partidária - gasta "fortunas" em suas campanhas e nas duas últimas não conseguiu a eleição à Câmara dos Deputados.

"Os paranaenses não vão dar um mandato de oito anos para quem só vai defender as concessionárias e os pedágios no Senado. Isso não vai acontecer e de democracia, ele está mesmo acostumado com autoritarismo, isso é de berço", completou.


Para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o texto enviado a clientes pelo Santander mostra que a instituição “não entende porra nenhuma de Brasil”. O informe, criticado por Lula nesta segunda-feira, foi produzido pelo Banco Santander e prevê um cenário econômico negativo para o país caso a presidente Dilma Rousseff seja reeleita.
A crítica de Lula ocorreu durante a 14º plenária da Central Única dos Trabalhadores. No seu discurso, Lula disse que não há outro país em que o Santander lucre tanto como no Brasil e questionou ainda o fato deaa funcionária que escreveu o informe ter chegado a um cargo de chefia.
“Essa moça que falou [isso] não entende porra nenhuma de Brasil e de governo Dilma Rousseff. Manter uma mulher dessas em cargo de chefia é sinceramente… Pode mandar embora e dar o bônus dela pra mim, que eu sei como é que eu falo”, criticou.
Lula avalia que a eleição deste ano irá decidir se haverá a continuidade das conquistas sociais dos últimos anos ou o retrocesso. Lula bate muito nos adversários de Dilma, dizendo que eles foram feitos para governar “para o andar de cima”.
“Eu não imagino eles se reunindo com catadores de papel ou com trabalhadores rurais.” O petista disse que o seu governo criou mais mecanismos de combate à corrupção que os governos anteriores e ressaltou que a esquerda tem a obrigação de ser mais honesta que qualquer outro grupo: “Se tiver entre nós alguém que roube, que pague”.(Magno Martins)


Em época de eleição, o castigo vem na GALOPE
Joice Hasselmann


Essa Requião vai ter que explicar, senão o caldo vai entornar, ou, sem trocadilhos, o bicho vai pegar para o lado do senador-candidato. O MP começou a investigar os gastos com 88 cavalos que seriam de Requião e que teriam sido sustentados com dinheiro público na época em que ele era governador.
Tem documento rodando na praça que pode comprovar o uso indevido de até R$ 5 milhões entre 2003 e 2010 para cuidar dos animais.
O Ministério Público do Paraná publicou na edição desta segunda-feira (21) do Diário Oficial do Estado o comunicado de abertura de inquérito. O processo foi instaurado no dia 15 de julho, de acordo com a publicação. A responsável pela acusação é a promotora de Justiça Claudia Cristina Rodrigues Martins Madalozo.
O caso voltou a ser discutido no mês passado depois de um pedido de informação protocolado em abril pelo-ex-deputado José Domingos Scarpellini (PSB), que queria saber porque 88 cavalos do ex-governador teriam ficado alojados nas baias da Polícia Militar ao longo dos oito anos de governo. Na sua declaração de bens, entregue na Justiça Eleitoral, não consta qualquer animal na lista de bens do senador.

E QUEM CUIDAVA DOS BICHOS?

Bem, se for comprovada a denúncia tem muita gente que estará lascada. A Polícia Militar do Paraná começou a investigar a utilização de PMs, da estrutura e de dinheirinho do regimento de polícia montada para tratar os cavalos que seriam de Requião.

HOMENAGEM AOS AMIGOS

A “cavalada” tinha nomes, digamos, divertidos. Circulares da PM mostram que os bichos foram batizados em homenagem a amigos, parceiros e assessores. Destaque para o equino Kielse, os potros Proletário, JG, 110, Sapateiro e as éguas Bolivariana e Benedita.







“Nossa força é a da união por um Paraná ainda melhor”, diz Beto Richa aos candidatos

Os 640 candidatos a deputado estadual e federal pela coligação Todos Pelo Paraná ouviram de Beto Richa, em encontro na noite desta segunda-feira (28), em Curitiba, que o papel de cada um é a defesa dos interesses dos paranaenses. “Nesta grande aliança, todos têm a mesma importância, porque todos aqui têm um objetivo único, de defender os interesses dos paranaenses. Nossa união é nossa força e a força de um Paraná ainda melhor”, afirmou Beto Richa, ao lado do senador Álvaro Dias e da candidata à vice-governadora, Cida Borghetti.

Richa também convocou todos para a caminhada com Aécio Neves, em Curitiba no próximo sábado (2). “O Brasil vai mudar porque o Brasil vai mudar com Aécio Neves, vai olhar para frente, caminhar adiante como faz o governador Beto Richa aqui no Paraná”, disse Álvaro Dias.

Lideranças dizem porque apoiam Beto Richa

“Beto representa o avanço do Paraná. É o governo que voltou as atenções ao municipalismo paranaense”. Ademar Traiano, líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná.

“Beto Richa foi o único governador que percorreu os 399 municípios paranaenses. Em cada lugar que passou levou uma obra ou uma ação de melhoria para o povo”. Isaak Almeida, candidato a deputado estadual – Curitiba

“Acredito e confio muito no trabalho competente do Beto Richa junto com a Fernanda. O que eles fizeram na área social de Curitiba e agora estão fazendo em outras regiões do Paraná e quero que isso continue”. Leonice Mota Vieira, candidata a deputada estadual – Curitiba

“Beto é o melhor gestor que o Paraná teve nas últimas décadas. Sabe conduzir sua equipe, delegar tarefas e cobrar resultados”. Vander Piaia, candidato a deputado estadual – Cascavel.

“Beto é o novo Paraná e seu segundo mandato será muito melhor, pois vai resgatar tudo o que o governo federal tirou do Paraná e dos paranaenses”. Luiz Carlos Hauly, deputado federal - Londrina

“Beto Richa representa a seriedade. Seu primeiro governo só não foi de excelência por ter sido boicotado pelo governo federal. Se não fosse isso o Paraná certamente seria o estado mais pujante do Brasil”. Sérgio Baroncine, candidato a deputado estadual – Ponta Grossa.

“Sempre estive ao lado do Beto e ele sempre esteve ao lado do povo. Em Campo Largo, onde o prefeito é de oposição, Beto fez o maior investimento em saneamento básico da história da cidade, investiu na transposição da rodovia. É assim que ele governa, sem olhar bandeira partidária. Só pensa no que é melhor para o povo”. Luiz Adão, candidato a deputado federal – Campo Largo

“Acompanho há muito tempo a família Richa. Admiro a atenção que o Beto tem com a população”. Vanildo Sotero, candidato a deputado estadual – Cornélio Procópio.

“O Paraná não pode voltar atrás, ao tempo do descaso, do desrespeito, especialmente em Paranguá, que teve um governo que nos dava as costas”. Edu Oliveira, candidato a deputado federal – Paranaguá.



terça-feira, 29 de julho de 2014

EM QUAL PMDB COLOMBO PODE CONFIAR ??

Eu tenho recebido questionamentos sempre que faço uma postagem do PMDB e do senador Requião, chegam a dizer que eu não gosto do senador, isso é um absurdo, quem tem que gostar dele é a sua esposa e filhos.
Só quero dizer que não sofro de amnésia, e sei diferenciar qual PMDB é parceiro de Colombo e qual é contra. O PMDB que Requião apresentou no Sitio do Caqui, não é o  mesmo que ganhou a eleição em Colombo.  O PMDB  É UM PARTIDO DIVIDIDO, e o apresentado é o PMDB do João Arruda, esse mesmo Arruda que não respeitou o Ademir Goulart como vice da prefeita Beti Pavin e fez de tudo para desestabilizar a candidatura de ambos, usando inclusive em suas declarações o nome do seu tio Roberto Requião, vocês  lembram disso?? O PMDB que Arruda e   Requião representam, não é o mesmo que apoiou a campanha da prefeita de Colombo, muito pelo contrário.
Quem lembra do Arruda na Pizzaria ??Toda a imprensa foi chamada naquela noite em que Arruda estava estressado. Agora vem o senador Requião em Colombo e faz de conta que não sabe de nada ??quem sabe é o peso do avançado dos anos. O senador faltou com respeito com a prefeita ao questionar a sua ausência no palco do Sítio do Caqui " Onde está a  Beti Pavin ", disse ele.

Senador, a Beti foi eleita prefeita pelo PSDB e teve apoio do  PMDB que está com Beto Richa e 51% do povo colombense, sem a sua ajuda e o seu PMDB.
  Não vou me estender muito nessa história, mas deixo o vídeo abaixo para quem sabe alguém encontre as respostas que está procurando. Volto a dizer, o PMDB do Requião e Arruda, não é o PMDB que esteve na campanha de 2012 do Ademir e da Beti. Quero eximir o vereador Alan Tatoo dos comentários  dessa matéria !! O postagem do vídeo tem a intenção de apenas refrescar a memória de alguns peemedebistas que não lembravam do vídeo do Arruda e seus comentários contra a prefeita na campanha de 2012 e agora falam em parceria....rsrs
Quem essa turma do Requião está querendo enganar??


segunda-feira, 28 de julho de 2014

REQUIÃO RESBALA E FAZ "STRIKE" EM COLOMBO

O encontro dos peemedebistas com o senador Requião no Sitio do Caqui, tinha tudo para ser uma noite de gala, se não fosse um "resbalão" do Senador. Durante seu discurso, ele fez  referencia de uma possível parceria em caso de vitória com a prefeita de Colombo, com essa declaração ele fez um " strike" nos pilares de uma conspiração que estava bem adiantada. 
Tenho informação que já é possível perceber tamanha decepção com as declarações de Requião. 
A frase dita foi cruel para alguns, mas pode ser um "blefe" usado para conquistar o povo e angariar votos. Assim como dizer que o hospital da Zona Norte, virá para Colombo, é chamar o povo de ignorantes.
O sonho da conspiração já era, agora é despertar porque a vida continua.


Para alguns nem tudo está perdido, pois o encontro serviu para que fossem feitas declarações de  seu amor ao ex-governador e outros retornassem ao ninho após 15 anos de ausência, é o caso de Wilson Vieira, que volta ao PMDB pelas mãos de Mauricio Requião. 

Quem sabe o Wilson seja a peça que faltava nesse PMDB colombense e possa colocar ordem no partido com apoio de Requião, Arruda, Mauricio Requião e Requião filho?? Agora é um por todos e todos por um.

PETISTAS DO PARANÁ ESTÃO COM MORDAÇAS ???

As lideranças petistas do Paraná, em nome de um segundo palanque para Dilma, estão no mato sem cachorro e de mãos amarradas para defender a candidatura de Gleisi Hoffmann, ao governo do estado ??. 
Aproveitando-se disso, Requião bate em Gleisi e segue intocável, enterrando de vez a possibilidade de Gleisi ir para um provável segundo.  Essa dobradinha entre o PT e PMDB pela disputa da presidência, leva Requião grudado na cola, acabando com o sonho de Gleisi.

O senador Requião é inimigo de Paulo Bernardo, marido de Gleisi, mas isso no jogo político não tem peso, o que vale é o interesse nacional em reeleger Dilma Rouseff, o que Requião fizer não pode ter resposta e o que resta é engolir goela baixo os ataques de Requião.  Será que os grandes petistas do Paraná estão com mordaças e de  braços amarrados??
O PT  é um grande partido e eu conheço grandes lideranças que não aceitariam esse jogo. Um exemplo de liderança é o prefeito Luizão de Pinhais e da vereadora Micheli Mocelin, que em Colombo defende a sua candidatura a deputada e de Gleisi ao governo do Paraná. Acredito que os dias de ataques de Requião contra o PT esteja chegando ao fim.
PAU QUE BATE EM CHICO BATE EM FRANCISCO !!!!






Com medo de não ir para o segundo turno Requião dispara contra Gleisi0 


"A Gleisi carrega todos os escândalos do PT nas costas". A alfinetada é do senador Roberto Requião (PMDB) ao justificar, em entrevista ao repórter César Felício do Valor, a alta rejeição do PT e seus candidatos em solo paranaense. Ele se referia ao escândalo envolvendo o deputado federal André Vargas (sem partido-PR) e sua relação com o doleiro Alberto Yousseff, que permanece preso na PF.

Na lista de escândalos se inclui ainda, além do mensalão que abalou o primeiro Governo Lula, a nomeação por indicação de Gleisi, quando ainda era ministra-chefe da Casa Civil, do ex-prefeito de Realeza, Eduardo Gaievski, preso apontado como autor de uma série de estupros de adolescentes e a vulneráveis, com menos de 14 anos.

Requião, que disputa com a senadora petista a chance de chegar ao segundo turno, contra o atual governador, Beto Richa (PSDB), também falou sobre seu voto para presidente, mas que Dilma não espere subir em seu palanque, devido ao tratamento que tem recebido das lideranças petistas locais.

"Eu vou votar na Dilma, mas isso não significa que vou fazer sua campanha. Ela escolheu aqui uma candidatura. Sempre está elegantemente acompanhada pela minha amiga Gleisi. Apoiar a Dilma aqui não me traz benefício eleitoral, mas isso não me importa. Já votei no PT sete vezes e a cúpula petista me trata com indiferença porque sabe que jamais apoiaria Aécio Neves (PSDB) ou Eduardo Campos (PSB)", disse Requião.

CANDIDATOS DESISTEM DA CAMPANHA - RAPIDINHAS DO BLOG


Até ontem, oito candidatos desistiram de concorrer às eleições deste ano no Paraná. Os desistentes da vaga a deputado federal são:
 Edilson Fogaça de Almeida (PMDB) e Jaziel Baioni (PSD).
Dos candidatos a deputado estadual, seis renunciaram: 
Aramis Linhares Serpa (PV), Felipe Lucas (PPS), Flavio de Jesus Ceruti (PT), José Augusto Felippe (PSD), Ketleen Andreia Zani (PV) e Neudi Mosconi (SDD). Os dados são do TRE-PR. Para as eleições de 2014, foram registrados oito candidatos ao cargo de governador, oito ao de senador, 332 a deputado federal e 837 a deputado estadual.

Dr. Rosinha vai coordenar Dilmão

Apesar de negar a preferência por Roberto Requião (PMDB), o deputado federal Doutor Rosinha (PT-PR) confirmou a Folha de Londrina que vai coordenar o Dilmão (Dilma+Requião), comitê suprapartidário a favor da reeleição de Dilma Rousseff (PT) no Paraná. De acordo com o petista, a ideia é reunir todas as legendas que nacionalmente integram a base aliada ao governo federal, independentemente de quem seus integrantes apoiem na corrida ao Palácio Iguaçu. 

"Fiquei responsável por estruturar (o comitê). Na segunda-feira faremos uma reunião em Brasília com os coordenadores de todos os Estados. E aqui vou também procurar envolver os prefeitos e vice-prefeitos de todos os partidos (da aliança nacional), além das centrais sindicais", contou. "Cada membro tem a sua candidatura. Eu apoio a Gleisi", garantiu. Com a desistência do vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil, Osmar Dias (PDT), de disputar o pleito, o deputado federal se lançou como pré-candidato ao Senado, no entanto, teve seu nome preterido pelo de Ricardo Gomyde (PCdoB). Apesar das declarações, no seu perfil no Facebook, Rosinha só pede voto para Dilma.

Com Beto Richa, Paraná passa RS e MG e é terceiro em investimentos no País

O Paraná passou Rio Grande do Sul e Minas Gerais e já ocupa o terceiro lugar em ambiente de negócios e competitividade por investimentos no país. O ranking da consultoria britânica EIU (Economist Intelligence Unit), em parceria com o brasileiro CLP (Centro de Liderança Pública), mostra a ascensão do Paraná nos últimos dois anos, que saltou da quinta para a terceira colocação. As informações são da Folha de S. Paulo.

“Isso é resultado de um processo iniciado em 2011, construído com uma gestão eficiente com investimentos em infraestrutura, segurança, saúde, educação, tecnologia e inovação. Hoje o investidor encontra aqui no Paraná segurança jurídica, respeito aos contratos e um governo parceiro da iniciativa privada”, avalia o governador Beto Richa. O ranking avaliou todos os Estados segundo o ambiente político, econômico, infraestrutura, regulação, recursos humanos, criminalidade, inovação e sustentabilidade. O período pesquisado foi de abril de 2013 a abril deste ano.
Beto Richa cita ainda a criação do programa Paraná Competitivo, que reinseriu o Estado na agenda dos investidores nacionais e internacionais e já contabilizou mais de R$ 35 bilhões em novos investimentos que estão criando 180 mil empregos em todas as regiões. “O Paraná vivencia o maior de industrialização da história. Em três anos atraímos o dobro de investimentos dos oito anos anteriores”, compara. RANKING - O topo do ranking segue com São Paulo que, segundo os pesquisadores, dá sinais de esgotamento da atratividade, devido ao baixo crescimento, aumento da burocracia e redução dos gastos privados com pesquisa. O segundo posto continua, pelo terceiro ano, com o Rio.
Na avaliação dos pesquisadores a reviravolta ocorreu no terceiro lugar, ocupado nas duas pesquisas anteriores por Minas. A mudança decorre mais da ascensão econômica do Paraná do que da piora dos indicadores mineiros. Cada Estado recebe uma nota, que vai de 0 a 100. Só São Paulo tem nota acima de 75, considerada de alta competitividade. A maioria tem nota fraca, abaixo de 50. No caso do Paraná, que recebeu nota 63,9, houve um crescimento importante das exportações do agronegócio. O Estado melhorou em renda per capita, gastos privados com pesquisa e incentivos fiscais para política ambiental.

No Norte Pioneiro, 23 prefeitos 
apoiam reeleição de Beto Richa

Em reunião na manhã deste sábado (26), em Santo Antonio da Platina, o governador Beto Richa (PSDB) recebeu o apoio de 23 dos 26 prefeitos das cidades que integram a Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro). “Cada vez mais prefeitos se unem ao projeto, que com diálogo e respeito, vai manter o Paraná no rumo do desenvolvimento”, disse Beto Richa. “Esse apoio só aumenta minha responsabilidade e me dá a certeza de que estamos no caminho certo”, completou Beto Richa ao do senador Álvaro Dias (PSDB), candidato à senador pela coligação que reúne 17 partidos.
Beto Richa fez um balanço do governo nas áreas de educação, segurança e saúde e afirmou que não fez discriminação partidária entre prefeitos. “Faço um governo sem olhar para a bandeira do partido, mas sim para as necessidades da população. Fui prefeito, sofri discriminação e sei o quanto isso prejudica o cidadão”, disse.

O presidente da Amunorpi e prefeito de Barra do Jacaré, Edimar de Freitas Alboneti, o Edão (PP) disse que esse apoio é um reconhecimento dos prefeitos para o governador. “Tenho certeza que oi um dos que mais trabalhou pelo Norte Pioneiro. O Beto Richa fez muito, mas muito mesmo, foi um governador municipalista e que ajudou demais nossa região. Não à toa temos 23 prefeitos juntos com ele”, afirmou.

Alboneti citou algumas importantes conquistas como o curso de Odontologia para a UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná), em Jacarezinho, além de várias unidades básicas de saúde construídas pelo Estado nos municípios. “Tivemos programas em praticamente todas as áreas. As secretarias do governo foram atuantes com ações que em especial no nosso Norte Pioneiro ajudaram muito. Um exemplo bom disso são os programas da agricultura, como o de calcário e óleo diesel”, continua Edão.

APOIO – Com apoio de 23 prefeitos, de forma inédita, Beto Richa consegue o apoio da maioria dos prefeitos da região. Em todo o Paraná mais de 300 prefeitos apoiam a reeleição do governador. O prefeito de Cambará, João Mattar (PSB) declarou apoio a reeleição de Richa. A cidade tem 25 mil moradores. “Todo município pequeno tem muitas dificuldades e precisa da ajuda do governo estadual. Eu sou Beto porque ele investiu na nossa cidade”, disse. Ele citou uma nova ambulância, obras de pavimentação e incentivos para a agricultura. “E esse reconhecimento é geral, todos os prefeitos aqui no Norte Pioneiro vão com Beto Richa”, afirmou.

Beto Richa apresentou dados dos três anos e meio e defendeu sua reeleição. “Não podemos interromper essa boa parceria em favor dos municípios. O melhor ainda está por vir. Agora, que conseguimos sanear as finanças, terá mais recursos para obras nos municípios”, disse. Na educação, os professores tiveram 60% de reajuste salarial e aumento de 50% de hora atividade. Além disso, Beto Richa melhorou a qualidade da merenda e investiu quatro vezes mais no transporte escolar.

O governador disse ainda que herdou o Paraná com o menor efetivo de policiais militares do Brasil. Para reverter isso, irá contratar até final do ano 10 mil novos policiais. “A maior contratação da história do Estado”, diz. Beto Richa explica ainda que equipou as forças policiais com 1,5 mil novas viaturas e garantiu aumento salarial ao policiais. “Hoje, o praça da polícia militar tem o maior salário do Brasil”, afirmou.

Na saúde, em parceria com os municípios, foram construídas unidades de saúdes e entregues novas ambulâncias. Com isso, o Paraná tem reduzido a mortalidade materna e infantil e aumentado os transplantes de órgãos. Beto Richa instalou em Londrina, Cascavel e Guarapuava bases de salvamento aéreo com helicóptero para resgate. Beto Richa destacou ainda o aumento na geração de empregos com carteira assinada e o programa de habitação que está construindo 70 mil casas no Parana. Em oito anos da gestão anterior, foram construídas apenas 18 mil unidades.